Procon-PE constata aumento de R$ 10,62 na cesta básica de setembro

 O aumento consiste também em decorrência a inflação recorde do Brasil, que apresentou o maior resultado desde o início do Plano Real com 1,16% no mês de setembro

O Procon Pernambuco, órgão ligado à Secretaria de Justiça e Direitos Humanos (SJDH), realizou durante os dias 20 à 25 de setembro de 2021, a pesquisa da Cesta Básica na Região Metropolitana do Recife (RMR), o qual ficou demonstrado um aumento de 1,91% no valor do mês de setembro. O valor foi de R$ 555,78 no mês de agosto, para R$ 566,40, impactando em 51,49% sobre o valor do salário mínimo do consumidor pernambucano.

Em comparação à pesquisa do Procon-PE realizada em setembro do ano passado (2020), a cesta básica custava R$ 449,22, o que impactava 42,99% no salário mínimo. De um ano para o outro, o aumento chega a custar R$ 117,18, equivalente a 26,09%. Durante esse período, o leite em pó integral teve um aumento de preço de 84,34%. Cerca de 200 gramas do produto custava R$ 2,49 em 2020, mas esse ano passou para R$ 4,59. Outro destaque de sobrepreço foi o quilo do frango inteiro, que saiu de R$ 4,95 para R$ 8,89, apresentando um aumento de 79,60%.

Vale destacar que, conforme apurado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) em setembro deste ano dispõe do maior resultado desde o início do Plano Renal, há 27 anos. Em setembro de 2020, o resultado havia sido de 0,64%, para esse ano, ele chega a 1,16%. O aumento do IPCA também afetou no Grande Recife, onde neste mês atingiu 1,10%, representando o maior índice do ano. O IBGE ressalta que dos nove grupos de produtos e serviços pesquisados por eles, oito tiveram alta em setembro. O grupo de alimentação e bebidas chegam com aumento de 1,02%.

Todo instrumento que ajuda a população a economizar neste momento é muito válido. A pesquisa da cesta básica do Procon Pernambuco é uma prioridade do governo Paulo Câmara, diz o secretário de Justiça e Direitos Humanos, Pedro Eurico.

Para pesquisa de setembro de 2021, a equipe da gerência de fiscalização do Procon-PE avaliaram 27 itens da cesta em 54 supermercados, entre alimentação, limpeza doméstica e higiene pessoal. Em comparativo do mês agosto para setembro, 17 produtos apresentaram aumento no valor, destacamos estes: açúcar cristal (39,91%), passou de R$ 2,28 para R$ 3,19; café em pó (29,53%), era R$ 3,59 foi para R$ 4,65; frango inteiro (27,18%) custava R$ 6,99, agora chega ao valor de R$ 8,89. Já dos 5 itens que apresentaram uma redução do valor, tivemos: feijão mulatinho ou carioca (-17,44%), custava R$ 4,79 e agora custa R$ 4,78; o quilo da cebola (-17,75%) reduziu de R$ 1,69 para R$ 1,39; e a carne bovina de segunda (-6,67%), foi de R$ 19,80 para R$ 18,48. Já cinco produtos continuaram com o mesmo valor.

Para economizar, consumidores estão adaptando suas compras em atacados com outros familiares e amigos, é o caso da Maria Domingas, 36 anos, moradora do Morro da Conceição, Zona Norte do Recife. Maria tem se juntado com sua irmã para realizar suas compras em grosso. Acho que a gente tem economizado uns 30% do nosso dinheiro. Verificamos os preços nos mercados pela região e assim consideramos que foi bem melhor comprar em caixa, comenta Maria. 

Além da Região Metropolitana do Recife, a pesquisa é realizada nos municípios de Goiana, Vitória do Santo Antão e Gravatá. Entre as cidades, o menor valor da cesta básica foi encontrado em Vitória, na Zona da Mata do Estado, por R$ 518,08. No site do Procon-PE é possível identificar uma listagem com estabelecimentos e endereços onde o produto poderá ser encontrado com um preço mais acessível, basta acessar o site do órgão: www.procon.pe.gov.br.

 

FISCALIZAÇÃO - O Procon Pernambuco segue fiscalizando mercados, açougues e padarias da RMR, para verificação dos cumprimentos de medidas preventivas contra a Covid-19 e para inspecionar se há vendas de produtos inadequados para o consumo. Até o momento, mais de 80 estabelecimentos foram inspecionados e em 50 destes foram encontrados algum tipo de irregularidade.

 

CESTA BÁSICA DE SETEMBRO 2021

- REGIÃO METROPOLITANA DO RECIFE

- GOIANA, GRAVATA E VITÓRIA

- COMPARATIVO MENORES PRECOS - R.M.R

- RELATÓRIO GERENCIAL